Engenheiro Florestal

Primeiramente, nesse domingo se comemora o dia do Engenheiro Florestal. Então, em especial a esta data, preparei este  blog post solucionando várias possíveis dúvidas sobre esse profissional, além de trazer conceitos e funções sobre essa querida profissão. 

Por que essa data foi escolhida?

Essa data foi escolhida porque em 12 de julho de 1073 faleceu São João Gualberto, que foi escolhido pelo Papa Pio XII, em 1952, como o Protetor dos Florestais.

O que é a Engenharia Florestal?

Em resumo, a Engenharia Florestal, é considerada uma área de estudo das Ciências Exatas. Isso porque ela tem como principal foco de estudo os recursos florestais, sua exploração e reflorestamento. 

Qual a história da Engenharia Florestal?

Em primeiro lugar, o ensino florestal de nível superior começou na Alemanha, na Academia Florestal de Tharandt, criada em 1811.

Logo depois, seguiram-se outras em países na Europa. Por exemplo em Portugal, o curso de engenheiros silvicultores foi criado em 1911, a partir de um ramo do antigo curso superior de Agronomia.

Quais as atividades do Engenheiro Florestal?

De acordo com a resolução nº 218, de 29 de junho de 1973, do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, compete ao engenheiro florestal o desenvolvimento de atividades referentes à:

– engenharia rural

– construções para fins florestais e suas instalações complementares, silvimetria e inventário florestal

– melhoramento florestal

– recursos naturais renováveis

– ecologia, climatologia, defesa sanitária florestal

– produtos florestais, sua tecnologia e sua industrialização

– edafologia

– processos de utilização de solo e de floresta

– ordenamento e manejo florestal

– mecanização na floresta

– implementos florestais

– economia e crédito rural para fins florestais. 

Em que áreas o engenheiro florestal pode atuar?

– ecologia aplicada

– fiscalização

– manejo florestal

– tecnologia de produtos florestais

– silvicultura

– educação.

Qual é a importância do Engenheiro Florestal na preservação ambiental?

Enfim, desde a criação do Código Florestal, em 1934, foram estabelecidas leis que visam à proteção das florestas e demais tipos de vegetação existentes no Brasil. 

Isso porque ao longo dos anos, o documento veio passando por mudanças e atualizações com base nas discussões sobre as normas de proteção e preservação ambiental e restrições de uso dos espaços rurais.

Então, a figura do engenheiro ambiental ganha ainda mais importância no que diz respeito à criação e aplicação de regulamentações que equilibrem, de forma ética e eficiente, a utilização das terras e seus recursos sem perder de vista o cuidado com o meio ambiente.

Qual o perfil do Engenheiro Florestal?

– discernimento

– raciocínio lógico

– criatividade

– adaptabilidade

– gosto pela natureza e ciências biológicas

– espírito empreendedor

– postura crítica frente aos impactos ambientais.

Legal né pessoal? Espero que vocês tenham gostado do post.
E vocês, que já são Engenheiros Florestais e precisam lidar com muitos documentos e prazos não espere mais para entrar em contato com a gente do Ambisis.

Nós iremos resolver o seu problema e trazer mais tranquilidade para o seu gerenciamento.

Dúvidas entre em contato com a gente pelo site.
Solicite sua demonstração. 
E não esqueça de baixar o e-book, totalmente gratuito, sobre Poluição Sonora e Ruído Ambiental, elaborado em parceria com a Labe Consultoria.

Até logo.

Artigos relacionados

No Comments

Leave a Comment

ambisis-gestao-ambiental-consultoria-software

© 2020 Direitos Reservados

Econotec Sistemas 29.448.786/0001-96